O momento justifica-o e o objecto da família, Ex-Militares da Companhia de Caçadores 3485, impõe-no. Vamos, todos, contribuir com notícias e estórias do presente e do passado.
Comentar
publicado por Alto Chicapa, em 22.06.17 às 00:24link do post | favorito

Chamavam-lhe "terras do fim do mundo" a esse lugar para onde os mandaram na sua chegada a Angola... "Vais para o Leste? É o pior, isso são só mortos e feridos", diziam-lhe os que já estavam de regresso a Portugal. Nesse Leste, o primeiro sítio onde ficou chamava-se Lumbala. Ali, o entretém das horas mortas incluía mergulhos num rio onde primeiro se lançavam granadas para afastar os crocodilos. Tudo era hostil.

 

António diz que não é um santo, que é um homem. Aos mais experientes chamavam "velhinhos". Por serem os que estavam há mais tempo na guerra (as comissões eram de dois anos) eram eles que acolhiam os mais novos como ele, "os maçaricos", nos costumes da guerra. Explicaram-lhe que havia que arranjar uma mulher local que lhe lavasse a roupa, como faziam os outros homens.

 

Depressa aprendeu hábitos e vocabulário. Também lhe ensinaram que havia as lavadeiras "sem lavagem de quico" e "com lavagem de quico". As segundas eram as que, além de lavar a roupa dos militares, se prestavam também a favores sexuais em troca de dinheiro, em troca de comida.
 
Na enfermaria havia "camisas de Vénus", poucas, mas ninguém as pedia, "não era hábito na altura"...

Continuar a ler, aqui.

 

Carlos Alberto Santos

www.cc3485.pt

tags:

Ex-Militares da 3485 no MEO Kanal
Canal nº 888882 – Ex-Militares da 3485 no MEO Kanal
mais sobre mim
Junho 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
17

18
19
20
21
23
24

25
27
28
29
30


Sala de Leitura
pesquisar
 
subscrever feeds