O momento justifica-o e o objecto da família, Ex-Militares da Companhia de Caçadores 3485, impõe-no. Vamos, todos, contribuir com notícias e estórias do presente e do passado.
Comentar
publicado por Alto Chicapa, em 26.02.09 às 14:28link do post | favorito

 

Luena – A reabilitação do troço ferroviário entre Munhango (Bié) e o Luau (Moxico) iniciou-se esta semana com a preparação da base para aplicação dos carris - constatou a Angop.

 

Iniciada na localidade de Chicala, 35 quilómetros da cidade do Luena, a empreitada envolve 300 técnicos chineses e igual número de jovens angolanos que manejam máquinas e camiões basculantes para remoção da antiga brita e arrumação de uma nova base de terra.

 

O chefe da empreiteira chinesa "CR-20", Zhang Li Jun, disse à Angop que até Maio de 2010 será concluída a reposição dos carris e o primeiro comboio poderá chegar ao Luena, para, no final do mesmo ano, atingir a estação do Luau, município angolano fronteiriço a República Democrática do Congo.

 

O responsável da empresa encarregue da reabilitação dos 500 quilómetros do troço Munhango – Luau, do Caminho-de-Ferro de Benguela (CFB), adiantou que o comboio inaugural de passageiros de Lobito até Luau só acontecerá em 2011.

 

Disse que este trabalho foi antecedido, desde Setembro de 2008 até Janeiro último, da remoção dos antigos carris e brita em alguns troços, montagem da fábrica de travessas metálicas e produção de brita (na comuna de Liangongo, município do Léua), construção de estaleiros e abertura de picada ao longo do caminho-de-ferro.

 

O supervisor provincial do Instituto Nacional de Desminagem (INAD) no Moxico, Manuel Adolfo Tchipaca “Dodó”, disse que os trabalhos para a remoção de minas e outras armadilhas explosivas no trilho estão avançados, apesar de algumas dificuldades de carácter técnico, principalmente nesta época chuvosa.

As equipas de sapadores do INAD e da Brigada de Engenharia das Forças Armadas Angolanas (FAA) estão empenhadas na remoção das minas e outros engenhos não detonados para garantir a execução da empreitada - sublinhou.

 

O Governo angolano investiu um bilião e 800 milhões de dólares na reparação do troço ferroviário, que contempla também a construção de pontes e 16 estações de comboios com capacidade de manuseio de mais 100 toneladas de carga por dia.

 

A aposta na reabilitação do CFB, segundo agentes económicos locais, vai impulsionar o desenvolvimento das regiões centro e leste do país, bem como fortificar a integração regional dentro da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (SADC), pelo facto da linha ligar mais três países: (RD Congo, Zâmbia e Zimbabwé).

 

Com mil e 301 quilómetros, o CFB, com mais de 100 anos de existência, é a única ligação ferroviária da África Central ao Atlântico e a sua construção teve início a 01 de Março de 1903, com base em um decreto de Agosto de 1899 da autoridade colonial portuguesa. A linha ficou concluída a 02 de Fevereiro de 1929.

A 10 de Junho de 1931 chegou ao porto do Lobito o primeiro carregamento de cobre da Katanga. Em função do seu papel, as autoridades daqueles países já mostraram, inúmeras vezes, o interesse da reabilitação urgente do CFB.

 

 

Notícia Angop

Transcrita por Carlos Alberto Santos

 


Comentar
publicado por Alto Chicapa, em 24.02.09 às 23:28link do post | favorito

Torres Vedras - Bem perto de mim, encontrei o Magalhães em perigo ...

 

 

 

Braga - Perto das minhas origens, o quadro, "A Origem do Mundo", capa de livro, pintado em 1866 e exposto em Paris no Museu D'Orsay, esteve em perigo ...

 

 

 

Em 2009, estes sinais são preocupantes. Apetece-me dizer: quando o homem já não percebe os "milagres", que uma vagina quente e húmida pode fazer, põe, perigosamente, tudo em causa.

 

Ainda do mesmo autor, Courbert

 

Notícia de Carlos Alberto Santos

 


Comentar
publicado por Alto Chicapa, em 21.02.09 às 22:58link do post | favorito

 

Vamos começar por Luanda ... talvez, por alguma desta nova Luanda.

 

 

 

Notícia de Carlos Alberto Santos

 


Comentar
publicado por Alto Chicapa, em 19.02.09 às 14:39link do post | favorito

 

Convites enviados: 57


Manifestações de interesse: 09
AGomes, esposa e filho, AMarques e esposa, APinto e esposa, CSantos e esposa, DVelosa e esposa, FFerreira e esposa, JCanossa e esposa, MEsteves e esposa, MCarvalho e esposa.


Não sabem se podem ir: 01
JRibeiro


Não vão: 09
AFerreiro, COliveira, HCarvalhinho, FGonçalves, JHipólito, MSá, MChagas, RCruz, VJoão.


Não Responderam: 38


Participantes, nesta data: 19
 

Notícia de Carlos Alberto Santos

 


Comentar
publicado por Alto Chicapa, em 18.02.09 às 13:58link do post | favorito

 

 

 

Saurimo, 07/02 - A reinauguração, quarta-feira à noite, do Cine Chicapa, deixou satisfeitos os munícipes de Saurimo, província da Lunda Sul, que há mais de 20 anos não frequentavam o degradado local.

 

O cinema foi reabilitado e reequipado pela empresa privada "7 Cunhas", gestora do imóvel, que desembolsou seis milhões de dólares nas obras de restauração.

 

O Chicapa exibiu já um filme, antecedido de uma gala abrilhantada pelos músicos Kely Silva e Carina, e assistida pelo governador provincial, Marcial Miji Itengo, membros do governo e o bispo da diocese de Saurimo, Don Eugénio Dal Corso.O director geral da empresa "7-Cunhas", António Cunha, disse na ocasião que a sala, com capacidade para 729 pessoas, deverá albergar reuniões e outros eventos da região Leste de Angola.

 

Para o vice-governador para a área social, Armando Segunda, este espaço vai permitir ocupar a juventude e diminuir os índices de delinquência que nos últimos tempos tendem a ganhar espaço na cidade de Saurimo.

O cine exibirá filmes diáriamente a partir das 19 horas e matinée aos domingos, às 15 horas.

 

Notícia Angop e Governo Lunda Sul

Transcrição - Carlos Alberto Santos

 


Comentar
publicado por Alto Chicapa, em 16.02.09 às 20:26link do post | favorito

 

Lobito - O director-geral do Caminho-de-Ferro de Benguela (CFB), Daniel Quipaxe, considerou terça-feira satisfatório o ritmo dos trabalhos da reabilitação da linha-férrea entre a cidade do Lobito (Benguela) e o município do Luau (Moxico), numa distância de mil e 314 quilómetros.

 

Em declarações à Angop, o responsável disse que os trabalhos de reposição da nova linha-férrea atingiram mais de 400 quilómetros com a chegada à cidade do Huambo, estando em curso apenas os retoques de consolidação do ramal e a conclusão de estações e apeadeiros.

 

 

 

A fonte adiantou que decorrerem trabalhos de preparação da base onde se assentará a ferrovia no ramal entre as cidades do Huambo e do Kuito, na província do Bié.

 

Enquanto isso, no ramal entre as cidades do Kuito (Bié) e Luena (Moxico) está em curso trabalhos de desmatação da via onde passará a linha-férrea.

 

Daniel Quipaxe disse acreditar que os prazos estabelecidos de fazer chegar o comboio ao município do Luau em 2010 serão cumpridos, a julgar pela dinâmica e empenho dos técnicos têm a demonstrado.

 

 

O responsável adiantou que ao longo da linha estão a ser erguidas 72 estações, 20 das quais de primeira classe e capacidade para qualquer carga, mais de 30 de nível médio e o resto serão apeadeiros.

 

Estudos feitos revelam que o Caminho-de-ferro de Benguela deverá transportar anualmente uma média de quatro milhões de passageiros e transportar mais de 20 milhões de toneladas de cargas diversas.

Por outro lado, Daniel Quipaxe se mostrou satisfeito pelo facto de 250 jovens estarem a frequentar cursos de maquinistas, electricistas, mecânicos e serralheiros com bom aproveitamento.

 

Notícia Angop

Transcrita por Carlos Alberto Santos

 


Comentar
publicado por Alto Chicapa, em 14.02.09 às 19:31link do post | favorito

 

Luanda - A população da comuna do Alto Chicapa, município do Cacolo (Lunda Sul) vai a partir deste ano usufruir de um centro médico que o Governo Angolano está a construir no quadro do Programa de Melhoria e Aumento da Oferta dos Serviços Sociais Básicos à População 2005/2006.

 

Avaliado em 32 milhões de Kwanzas, a unidade hospitalar terá 15 camas e prestará serviços de medicina geral e contará com um banco de urgência, enfermaria, farmácia, laboratório, sala de espera e uma arrecadação.

 

 

Em declarações à imprensa, o administrador municipal, Henrique Ngueno, disse que o centro médico terá capacidade para atender 20 pacientes por dia e a sua edificação enquadra-se nos esforços do governo de levar a assistência médica a toda população.

 

De acordo com o responsável, as doenças mais frequentes na localidade são malária, doenças diarreicas e respiratórias agudas.

Henrique Ngueno referiu que as autoridades locais aguardam a chegada de novos médicos para responder positivamente as dificuldades sanitárias da população.

 

A reabilitação de uma residência geminada para enfermeiros está igualmente em construção.

 

Por outro lado, a administração local esforça-se para que nos próximos anos a localidade possa ter água canalizada e energia eléctrica.

 

A comuna do Alto Chicapa tem uma superfície de seis mil 281, 3 quilómetros quadrados e uma população de três mil 271 habitantes, que se dedicam à agricultura, principalmente ao cultivo da mandioca, milho, batata-doce e feijão.

 

Notícia Angop

Transcrita por Carlos Alberto Santos

 


Comentar
publicado por Alto Chicapa, em 12.02.09 às 14:38link do post | favorito

Saurimo: A reabilitação do troço rodoviário que liga a comuna do Alto Chicapa à sede do município de Cacolo, na província da Lunda Sul, teve início na primeira quinzena do mês de Junho, segundo informou, nesta cidade, o director regional do Instituto de Estradas de Angola (Inea), Rafael Mutemeca.

 

Segundo o responsável, a restauração da via consistirá na reparação de três pontes e em intervenções pontuais nas áreas mais esburacadas do troço. Rafael Mutemeca acrescentou que o material necessário à empreitada já se encontra na província.

 

Durante uma visita de constatação das obras sociais em curso na comuna do Alto Chicapa, efectuada pelo governador provincial da Lunda Sul, Marcial Miji Itengo, a Angop constatou que o estado actual do troço está a atrasar a construção de um posto médico e de duas residências para enfermeiros e professores na localidade.

 

Na ocasião, o administrador municipal local, Henrique Costa Nguenu, referiu que a reabilitação da estrada vai melhorar a circulação de pessoas e bens, estimular o surgimento de estabelecimentos comerciais e permitir o escoamento dos produtos agrícolas para as cidades e vice-versa.

 

Notícia Angop

Transcrita por Carlos Alberto Santos


Comentar
publicado por Alto Chicapa, em 10.02.09 às 23:20link do post | favorito

Fim da picada.


Estamos a viver uma contagiante, grave e esquisita crise mundial com consequências para todos. É obvio, que, nestes momentos, se impõe o reforço das nossas defesas.


O termo, fim da picada, trinta e tal anos depois, também quer dizer para muitos de nós que a nossa vida útil está a esgotar-se.


Infelizmente, a desgraça e o anúncio de tristezas servem para alimentar, ainda mais, os eternos horizontes negros de alguns. Para estes, imprudentes cheios de prudência, o futuro não existiria, se as planícies, o conhecimento de novos povos e a evolução estivessem sob as suas ordens.


Quanto a mim, não quero defraudar a opinião sobre algum trabalho que venho fazendo, sem crise e a custo zero. Ao afirma-lo, e antes de chegarmos ao fim da picada, queria dizer que já há um esboço da nossa, ou eventual, viagem a Angola, talvez em 2011/12.

 

Tudo farei para prosseguir com firmeza e sem cedências, como a curto prazo poderão ver.


Vamos superar algum pessimismo, com as vossas notícias, fundamentais para alimentar este espaço, e … porque não, uma “estória” que esteja por contar. O momento justifica-o e as nossas memórias impõem-no.


Carlos Alberto Santos
 


Ex-Militares da 3485 no MEO Kanal
Canal nº 888882 – Ex-Militares da 3485 no MEO Kanal
mais sobre mim
Fevereiro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
11
13

15
17
20

22
23
25
27
28


Sala de Leitura
pesquisar
 
subscrever feeds