Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Notícias e Estórias

O momento justifica-o e o objecto da família, Ex-Militares da Companhia de Caçadores 3485, impõe-no. Vamos, todos, contribuir com notícias e estórias do presente e do passado.

Notícias e Estórias

O momento justifica-o e o objecto da família, Ex-Militares da Companhia de Caçadores 3485, impõe-no. Vamos, todos, contribuir com notícias e estórias do presente e do passado.

Uma anedota... ao Sábado

Alto Chicapa, 06.12.14

O António e o Manuel, dois amigos idosos, decidem ir dar uma volta por Lisboa. Depois de uns fados, alguns petiscos e bebidas, acabam, noite dentro, num bordel.

A dona, depois de olhar para os dois, sussurrou para uma empregada:
- Vá lá acima aos dois primeiros quartos e coloque uma boneca insuflável em cada cama. Eles estão tão perdidos que não vão dar pela diferença e assim não vou fazer com que duas das minhas princesas percam o tempo.

A empregada preparou tudo e levou os dois amigos aos quartos.

No regresso a casa o António diz:
- Acho que a fulana com quem fiz amor estava morta...
- Morta? Porque dizes isso?
- Olha, ela não se moveu nem um bocadinho, nem um som...
- Podia-te ter calhado uma pior, a minha devia ser uma bruxa!
- Uma bruxa? Porque dizes isso?
- Bem, enquanto estive a fazer amor e a beijava no pescoço esteve tudo bem, mas quando lhe dei uma dentadinha no bico da mama, peidou-se e voou pela janela fora, e... ainda por cima levou a minha dentadura.

Uma anedota... ao Sábado

Alto Chicapa, 29.11.14

Numa manhã de Primavera, uma morenaça circulava de automóvel pela planície alentejana.
A certa altura pára, sai do carro e, ao contemplar aquela imensidão dá-lhe uma vontade tremenda de fazer amor. Excitadíssima, olha em redor e vê um pastor alentejano encostado ao cajado e de boné meio atravessado.
Dirige-se a ele e diz:
- O Sr. desculpe... não faça má ideia de mim... mas, não gostaria de fazer amor comigo?
- Atão na havera de gostari? É pra já!
- Então vá pondo este preservativo, que eu vou só ali ao carro preparar-me.
Quando volta, vê o alentejano a tentar pôr o preservativo na cabeça... lamenta-se em voz alta:
- Olha a minha vida!... Ouça lá, isso não é para meter aí, homenzinho!!!...
- Na têjas já prái pensando quê sou burro, eu só tô a alargá-lo, tá bêem?!

Uma anedota... ao Sábado

Alto Chicapa, 22.11.14

A empregada africana, chorando compulsivamente, chega à sala de estar com a mala de viagem na mão e despede-se da patroa que, muito intrigada lhe perguntou:

– Carmélia, que se passa…? Para onde vai?

– Prá junto di minha família, Dona Fror, prá mórrér junto di meus!…

– Mas… o que aconteceu, querida?

– Óh Dona Fro, a sinhora fala sémpre qui seu marido é issilente médico e nunca errou uns dignóstico ná vida…

– Pois é… É verdade… Normalmente, ele nunca se engana no diagnóstico… Mas, o que tem isso a ver com a sua saída de casa?

– Então Dona Fror, é qui o Dr. hoje pela manhã, antes di ir embora, apértou a minha bunda com as duas mão e dissi-mi no ouvido:

– DESTA NOITI NUM PASSAS!!!

Uma anedota... ao Sábado

Alto Chicapa, 15.11.14

Fui à Segurança Social para tratar da reforma. A senhora que me atendeu pediu o meu bilhete de identidade para verificar a idade. Procurei nos bolsos e percebi que o tinha deixado em casa. A funcionária afirmou que lamentava, mas teria que o ir buscar a casa e voltar.

Pensou melhor. Disse:

- Desabotoe a camisa. Desabotoei-a e ficaram à mostra os meus cabelos crespos prateados. Comentou:

- Este cabelo cinzento no seu peito é prova suficiente para mim.

Sem mais, processou-me a reforma. Ao chegar a casa, entusiasmado, contei o ocorrido à minha mulher. Respondeu-me:

- Por que não baixaste as calças? Poderias ter conseguido invalidez permanente, também.

Uma anedota... ao Sábado

Alto Chicapa, 08.11.14

Um papagaio acidentalmente, engole um comprimido de viagra. 
O dono, aflito quando se apercebeu põe-no um pouco no congelador para o acalmar.
Quando abre a porta e vê o papagaio todo suado, então pergunta-lhe:
- Como é possível estares todo suado dentro do congelador...!!??
O papagaio responde:
- Pensas que é fácil abrir as pernas de uma galinha congelada???

Uma anedota... ao Sábado

Alto Chicapa, 01.11.14

Um velho agricultor vai ao cinema.

Na bilheteira:
- O que é isso no seu ombro?
- É meu galo de estimação.
- Lamento, senhor, mas não permitimos animais no cinema.
O agricultor aparentemente concorda...
Vai à casa de banho e enfia o bicho na calça.
Volta, compra o ingresso, entra e senta-se ao lado de duas idosas.


Quando o filme começa, o agricultor abre a braguilha para o galo respirar e o bicho bota o pescoço para fora, todo feliz.

Uma das idosas cochicha para a outra:
- Acho que este ao meu lado é um tarado.
- Porquê? - indagou a outra.
- É que botou o “instrumento” para fora!
- Ah, não te preocupes, na nossa idade nós já vimos de tudo.
- Eu também pensava a mesma coisa, mas o “instrumento” está a comer as minhas pipocas!!!

Uma anedota... ao Sábado

Alto Chicapa, 25.10.14

Estava um indivíduo na paragem do autocarro peidando-se valentemente, e cada vez que o fazia dizia:
- Olé!!!
Ao fim de algum tempo reparou que ao seu lado estava uma senhora!
Envergonhado perguntou-lhe:
- Desculpe, há quanto tempo a senhora está aí?
A senhora indignada responde:
- Olhe, desde que a tourada começou!!

Uma anedota... ao Sábado

Alto Chicapa, 18.10.14

- Crianças, amanhã quero que me tragam exemplos de construções que estão a ser feitas próximo das vossas casas e quais as vantagens para nós.

- Sim professora.

No final da aula, a professora pede a todas as meninas que fiquem na sala porque quer dizer algo:

- Olhem, meninas, como o Joãozinho é muito malcriado é provável que amanhã ele diga alguma das suas asneiras. Por isso, vou pedir que, para evitarmos problemas, quando ele disser algo que nos pareça grosseiro, todas vocês se levantem imediatamente e saiam da aula.

Todas concordaram com o plano.

No dia seguinte, pergunta a professora:

- Fizeram a redação que eu pedi? Primeiro a, Anita ...

- Perto da minha casa estão a construir um supermercado. Assim, a minha mãe não precisa de andar tanto para ir às compras.

- Muito bem Anita !!! Sim, menino Raul.

- Perto da minha casa estão a construir uma fábrica de móveis. Assim, como o meu pai é marceneiro ele vai poder trabalhar mais perto de casa.

- Excelente.

Nisto o Joãozinho levanta a mão.

- Ai meu Deus!!! Fala, Joãozinho.

- Perto da minha casa estão a construir um bordel.

Imediatamente todas as colegas do Joãozinho começam a sair da sala.

- Calma, suas putas ... Ainda não abriu !!!

Uma anedota... ao Sábado

Alto Chicapa, 11.10.14

Um vendedor, que precisa repousar, chega a uma cidadezinha do interior, já cansado do seu dia de trabalho e vai para o único hotel da cidade, mas que, infelizmente, não tem mais vagas.

O sujeito entra e diz:
– Arranje uma forma, por favor, que preciso dormir, nem que seja uma cama apenas.

O recepcionista responde:
– Tenho um quarto com duas camas, onde está hospedado um sujeito que me disse que gostaria de dividir as despesas com alguém. Mas tenho que avisá-lo, o sujeito ronca até não mais poder. Tanto que os vizinhos telefonam queixando-se de que não conseguem dormir.
– Sem problema, fico com o quarto, preciso dormir!
 
O recepcionista apresenta os hóspedes um ao outro e diz que o jantar está servido, para quem quiser.
 
No dia seguinte, o vendedor desce ao restaurante para tomar café e, contrariando as expectativas, estava bem disposto.
 
O recepcionista pergunta:
– O senhor conseguiu dormir?
– Sem problema!
– Mas os roncos não o atrapalharam?
– Nada! Ele não roncou nem por um minuto.
– Como assim?
– Bom, foi simples. O sujeito já estava a dormir quando entrei no quarto. Então aproximei-me da cama dele e acariciei-lhe o rabo, e disse: Boa noite, coisa linda…
 
E o sujeito, sentou-se rapidamente na cama... assustado, parecia... com medo de dormir.

Ex-Militares da 3485 no MEO Kanal

Canal nº 888882 – Ex-Militares da 3485 no MEO Kanal