Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Notícias e Estórias

O momento justifica-o e o objecto da família, Ex-Militares da Companhia de Caçadores 3485, impõe-no. Vamos, todos, contribuir com notícias e estórias do presente e do passado.

Notícias e Estórias

O momento justifica-o e o objecto da família, Ex-Militares da Companhia de Caçadores 3485, impõe-no. Vamos, todos, contribuir com notícias e estórias do presente e do passado.

COVID19 - Como conviver com um infetado em quarentena

Alto Chicapa, 18.03.20

1 - Como se deve ter uma pessoa em casa em isolamento?

Sempre que possível, para isolar convenientemente uma pessoa infetada com Covid-19 na sua casa deve instalar o doente numa divisão individual e manter a porta sempre fechada e o quarto arejado.

Dentro de casa, deve limitar a circulação aos locais imprescindíveis e, a menos que se torne inevitável, mantenha pelo menos dois metros de distância do paciente.

O paciente deve comunicar com os restantes habitantes da casa apenas por telefone móvel.

Caso tenha necessidade de sair do quarto, é recomendado o uso de máscara e a correta higienização das mãos com água e sabão ou um desinfetante à base de álcool.

Também é recomendável não partilhar a casa de banho. No entanto, caso isso não seja possível, deverá ter os seguintes cuidados:
•Toalhas e roupas do infectado devem ser para uso exclusivo do próprio e colocadas num recipiente isolado depois de utilizadas.
•O paciente deve ter um caixote do lixo de uso exclusivo, de tampa de pé ou automática, com um saco de plástico onde deverá depositar todos os desperdícios, como lenços de papel, toalhitas ou máscaras, que deve ser fechado hermeticamente e despejado todos os dias.

2 - O que fazer com os desperdícios?

Os desperdícios contaminados por um infectado com SARS-CoV-2 (comummente denominado de Covid-19) podem ser perigosos para a segurança do resto das pessoas que convivem na casa. Por esse motivo, o tratamento correto pode evitar possíveis contágios. É imprescindível o uso de produtos descartáveis, isolados corretamente e colocados dentro de um saco de plástico fechado, dentro do lixo.

3 - Como limpar a casa?

O facto de conviver com alguém infetado torna imprescindível uma limpeza cuidada e exaustiva para evitar novos contágios. Assim, deve prestar especial atenção às superfícies que o infetado possa ter tocado.

A pessoa encarregada da limpeza deve usar máscara e luvas. Para desinfetar deve usar uma solução de água com lixívia (e nunca misturar aqui um lava-tudo).

As superfícies de contacto frequente, como fechaduras e puxadores, mesas, torneiras, interruptores, telefones e teclados, devem ser limpas diariamente.

A loiça e os utensílios de cozinha devem lavar-se com água quente e detergente, preferencialmente na máquina de lavar, para alcançar os 60 graus.

A roupa do paciente deve lavar-se em separado com o detergente habitual e a uma temperatura entre os 60 e os 90 graus. Deve secar completamente, de preferência ao ar.

4 - Como prevenir o contágio?

Se suspeita que pode estar doente com Covid-19 e tem perguntas sobre como proteger-se, siga as recomendações da Direção-Geral de Saúde, que são as da Organização Mundial de Saúde.

Cumpra até à exaustão as medidas de higiene e evite o contacto com pessoas infectadas.

Lave as mãos com frequência com água e sabão ou com um desinfectante à base de álcool.
Quando tossir, faça-o para a curva do cotovelo, tapando a boca e o nariz, ou para um lenço, de referência descartável.

Evite mexer nos olhos, nariz e boca.

Mantenha no mínimo um metro de distância entre si e as restantes pessoas, dois metros se apresentarem sintomas de constipação ou febre.

Limite ao indispensável os ajuntamentos (cinema, teatro, ginásio, restaurantes, centros comerciais, transportes públicos, por exemplo).

5 - O que fazer se suspeitar que está infetado?

Se acredita que pode estar infetado por apresentar sintomas compatíveis com a doença (febre ou cansaço ou tosse seca ou dificuldade respiratória - alguns pacientes também apresentam dores no corpo ou congestão nasal ou diarreia), por ter viajado para zonas vermelhas (China, Coreia do Sul, Singapura, Irão ou Itália) ou por ter estado com alguma pessoa contagiada, siga os seguintes passos:
1.Isole-se. Não vá a um médico, a um centro de saúde ou a um hospital;
2.Telefone para linha Saúde 24 (808 24 24 24);
3.Faça o teste. Se negativo, caso descartado e siga as recomendações acima. Se positivo, com sintomas leves, pode ficar a ser tratado em casa, em isolamento, com sintomas graves será internado e tratado num hospital, em isolamento.

Caso tenha problemas respiratórios graves, solicite sempre atenção médica ou contacte o 112 ou o 808 24 24 24. Qualquer pessoa hospitalizada devido a infeção respiratória aguda será submetida ao teste do Covid-19, independentemente do seu historial.

6 - Em que consiste o teste ao Covid-19?

O teste baseia-se na recolha de amostras do tracto respiratório. Podem ser realizados num hospital público (ou hospital de campanha), mas também em laboratórios privados e até no domicílio.

Apenas se o resultado for positivo ou inconclusivo são colhidas novas amostras e enviadas para o Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge.

7 - O que acontece se o teste revelar positivo?

Cerca de 80% das pessoas recupera da doença sem necessidade de um tratamento especial. Apenas se os sintomas são graves é recomendado o internamento hospitalar, caso contrário a recuperação pode ser feita em casa, em isolamento, com ajuda de medicamentos para aliviar os sintomas.

8 - Como sei que estou curado?

Volta a fazer o teste, desta vez duas amostras respiratórias com uma diferença de, pelo menos, 24 horas.

9 - Posso voltar a ficar infetado?

Não existem evidências científicas que demonstrem que um pessoa que tenha sido contagiada com SARS-CoV-2 (comummente denominado de Covid-19) possa voltar a ficar infetada uma vez superada a doença.

10 - Recebo salário se ficar em casa?

Se estiver de quarentena, receberá por esses 14 dias (tempo de isolamento). Para lá desse tempo, receberá de acordo com o definido na lei em matéria de baixas.

No caso de ter de ficar em casa a acompanhar filhos, e se estes tiverem até 12 anos de idade, receberá 66% da remuneração base no caso de ser trabalhador por conta de outrem. Desse valor, metade ficará a cargo do empregador, a outra metade a cargo da Segurança Social. O governo prometeu ainda que será dado um "apoio financeiro excepcional aos trabalhadores independentes" na mesma situação, "no valor de um terço da remuneração média".

Fonte Sapo24

Ex-Militares da 3485 no MEO Kanal

Canal nº 888882 – Ex-Militares da 3485 no MEO Kanal