O momento justifica-o e o objecto da família, Ex-Militares da Companhia de Caçadores 3485, impõe-no. Vamos, todos, contribuir com notícias e estórias do presente e do passado.
Comentar
publicado por Alto Chicapa, em 21.05.19 às 15:06link do post | favorito

IMG_20190521_142925.jpg

O nosso almoço / convívio de 18 de Maio de 2019, em Santa Maria da Feira, foi, mais uma vez, um bom e desejado reencontro de camaradas, Ex-Militares da Companhia 3485. Todos tínhamos como objetivo, o convívio. É bom partilhar momentos com gente que fez parte da nossa vida.

IMG_20190521_143211.jpg

Obrigado ao Lugarinho e esposa, ao Freitas e esposa, ao José Gonçalves e ao Virgílio Batista pela boa e animada companhia à refeição, pelas recordações e pelas vivências de um tempo que já não volta. Por instantes, cheiros e sabores daquele tempo pareciam que se sentiam, ainda. As histórias de uns, eram o consolo de outros.

 

No total… poucos militares, mas bons… e com muitos dos ausentes no coração. O ambiente foi o habitual, onde se partilham histórias, que só alguns ainda se recordam na totalidade.

 

Os falecidos, lembrados, esses são muitos… se calhar é por eles, que este convívio não deve acabar.

 

A comida estava muito boa com os sabores equilibrados sem haver nenhum a sobrepor-se ao outro numa combinação fantástica… só mesmo provando. Se eu soubesse, tinha levado um tupperware.

Não posso deixar de comentar a simpatia de toda a gente que trabalhou no restaurante, Pedra Bela.

 

A organização teve, uma vez mais, um cunho muito especial e intimista da família Coimbra. Obrigado.

 

A eucaristia foi o ponto alto deste convívio, onde, à saída, a felicidade vinha estampada na face de cada um de nós. Bem-haja Sr. Padre, ficou no meu coração.

 

Em 16 de Maio de 2020, vamos voltar ao Norte de Portugal, à Maia. A organização é da responsabilidade da família Canossa.

 

Um abraço do tamanho do Chicapa.

Carlos Alberto Santos


Comentar
publicado por Alto Chicapa, em 16.06.17 às 00:25link do post | favorito

Ponte_Lima10.jpg

Ponte_Lima11.jpg

Ponte_Lima12.jpg

Ponte_Lima13.jpg

Ponte_Lima14.jpg

Ainda ecoam nas águas do Rio Lima e nas encostas verdejantes de Ponte Lima, os sons dos nossos risos e da música dos nossos animados e divertidos vizinhos, aqueles(as) do lado oposto da sala. Não me levem a mal, nós fomos enchendo a "pança" olhando para a casa do vizinho... enquanto eles(as) foram-se divertindo, acima de tudo.

 

Reunimo-nos com o amigo Silva para mais um Encontro Anual. Foi um trabalho de organização engraçado com o toque especial de uma família minhota.

 

Obrigado.

Ponte_Lima15.jpg

Ponte_Lima16.jpg

Ponte_Lima17.jpg

Ponte_Lima18.jpg

Ponte_Lima19.jpg

 

No entanto, nota-se, que, de ano para ano, a tarefa de organizar está decadente e mais complicada.

 

Estivemos presentes, duas dezenas de ex-combatentes, sendo os restantes: familiares e amigos. É pouco, ou será que já nos contentamos com mais um almoço de amigos. Recordem o encontro de Ponte de Lima de 2007 e comparem com o deste ano, 10 anos depois.

Alguns, muito poucos, que se encontram motivados e podem, vão religiosamente a todos ou a quase todos os Encontros, pelas saudades e camaradagem.

 

Os nossos quase três anos de juventude perdida, com lágrimas e dor, que criaram em nós homens da cc3485, do mais sensível ao mais duro, sentimentos de camaradagem fraterna, passados mais de 40 anos, mereciam mais.

 

Estou consciente, de que, ano após ano, seremos menos. E porquê?

1- Uns esgotam os seus dias, entre nós.

2- As doenças vão sendo mais marcantes.

3- Vamos ficando mais velhos, alguns próximo dos 70 anos.

4- Os recursos financeiros, também limitam as grandes deslocações e as estadias.

5- Para muitos há outras motivações, mais atrativas e com menos despesa.

 

A primeira e a segunda razão são muito fortes e transcendentes e como é evidente não podem ser ultrapassadas por muito que gostássemos; mas todas as outras, com bom senso e muita imaginação poderiam ser minimizadas, reduzindo ou repartindo os custos relativos das deslocações, da refeição e da logística do Encontro.

 

Porque a idade vai fazendo a diferença, é preciso apelar à criatividade dos organizadores.

 

Em síntese, vejamos no que se transformou o nosso Encontro Anual.

1 – Numa deslocação, que para uma grande maioria de nós, é de várias centenas de quilómetros e que inclui uma ou duas dormidas;

2 – Em almoço "típico de uma boda", num qualquer local, na companhia de alguns camaradas, dispersos pela sala com os seus familiares e amigos;

3 – Uma vez por outra, há uma tímida visita, tipo cultural, mas na maioria dos anos esgotamo-nos num almoço;

4 – Meia dúzia de minutos de conversa de circunstância com dois ou três camaradas, quase sempre os mesmos.

Ponte_Lima20.jpg

Carlos Alberto Santos


Comentar
publicado por Alto Chicapa, em 28.05.14 às 22:42link do post | favorito

 

Organização Virgilio Batista

Fotografias cedidas por Álvaro Marques


Comentar
publicado por Alto Chicapa, em 20.05.12 às 22:49link do post | favorito

Como sempre, foi um prazer conviver com “velhos” camaradas. Este ano, por tudo, o Chagas está de parabéns, presenteou-nos com bons momentos, com os camaradas do costume, com o Monteiro e com o Capelão Bernardo. Duas cerejas no topo do nosso bolo (Ler mais).

 

 

 

 

Carlos Alberto Santos

 


Comentar
publicado por Alto Chicapa, em 02.04.12 às 15:43link do post | favorito

 

Copiar o programa ===> Clica aqui

 

Mapa da Região =====> Clica aqui

 

Participantes Inscritos:

01. Manuel  Chagas,

02. Domingos Gonçalves Dias,
03. Carlos Alberto Santos,
04. Manuel Coimbra,
05. Fernando Neves Sousa,
06. Rui da Cruz,
07. Manuel Carvalho,
08. Carlos Pires,
09. José Canossa,
10. Alfredo P. Leonardo,
11. Alvaro Marques,
12. Joaquim M. Barradas,
13. Manuel Monteiro,
14. Padre António Bernardo,
15. Fernando Pedras,
16. Manuel Esteves,
17. Antonino Pinto,
18. José Carlos Hipólito,
19. António Boavida,
20. Vitor Tonelo Santos,
21. Joaquim Ribeiro (Resende),
22. Carlos Felix Oliveira,
23. Eduardo Almeida (Santarém),
24. José Conceição,
25. Alfredo Gomes,
26. Fernando Ferreira (Chumbinho),
27. António Charro,
28. António Leitão,
29. João Manuel Simões Dias Perdigão,
30. António Azevedo,
31. Fernando Gonçalves,
32. Alferes Monteiro,
33. José Alberto Pinto Costa (1ª vez),
34. Manuel Moço,
35. Fernando Rino.

 

Carlos Alberto Santos


Comentar
publicado por Alto Chicapa, em 06.09.10 às 00:33link do post | favorito

Digno feito de ser,
no mundo eterno.
Grande no tempo antigo
e no moderno!

 

Camões

 

Uva Dona Maria

 

Depois de esparrar a vinha

 

Almoço no Restaurante a Prensa (da esquerda para a direita, António Ferreiro, Daniel Velosa, Carlos A. Santos, Álvaro Marques e Horácio Carvalhinho)

 

Depois... os tomates do Velosa

 

e... um banho na piscina

 

 

Se a vida é curta e a morte infinita, despertemos!

 

Carlos Alberto Santos

 


Comentar
publicado por Alto Chicapa, em 01.08.10 às 22:23link do post | favorito

Ontem, juntaram-se, na Marisqueira da Ju, com uma excelente caldeirada, o Álvaro Marques, a Florinda, o Carlos A Santos e a Margarida... algures em Geraldes, bem pertinho de Peniche.

Rimos, falámos dos novos tempos, das viagens, das memórias, dos vários anos de convívio, enfim... recordações por terras de dinossauros.

E... tudo isto, misturado com a anedota do amor temático, deu num amistoso encontro a repetir qualquer dia.

Ainda... por sorte, um miúdo, de espírito muito aberto, o João Miguel, que embora perdido dos meus contactos, a verdade no entanto é que também já lá vão muitos anos (38), que não nos víamos, possibilitou o contacto telefónico e de imediato ouvir, ainda com a mesma voz, uma companheira de guerra... a sério.

Tínhamos saudades Isabel, passaram tantos anos!

Os amigos são um tesouro que Deus nos dá, sabe-los cultivar e manter depende de cada um.

Obrigado, Marques e Florinda.

 

 

Boas Férias.

 

Carlos Alberto Santos

 


Comentar
publicado por Alto Chicapa, em 30.01.10 às 15:16link do post | favorito

A vida é a arte do encontro embora haja tantos desencontros pela vida ( de Vinicius de Moraes).
 

É esta frase que dedico ao encontro da passada quinta-feira, 28 de Janeiro de 2010, ao fim da manhã, com… bem, o encontro foi marcado para o Parque das Nações em Lisboa, bem pertinho do rio Tejo.
 

 

Foram quatro horas em que desfilámos realidades presentes e passadas da nossa… experiência de vida, mas muito mais haveria para conversar.
 

A troca de ideias ajuda e é importante para a mudança… que, de uma forma ou de outra, todos necessitamos.
 

Aqui deixo, um obrigado, ao amigo Álvaro Marques pelo empenho, e, um desejo de… voltar a ter a presença do João Perdigão noutras iniciativas.
 

Somos, como os grãos de areia que deslizam da mão, dos dedos, de volta ao piso que formam.
São milhares de milhares de milhões…
São pequeníssimos individualmente mas formam enormes dunas em conjunto… a sua fragilidade individual não se compara com a força que atingem quando formam um conjunto compacto.
São o exemplo do que somos e do que podemos ser… todos somos importantes.
 

Os bifes estavam bons… mas o convívio... foi bem melhor!
 

Não vou esquecer este dia de convívio, com o Álvaro Marques e o João Perdigão, obrigado e um abraço.
Carlos Alberto Santos
 

PS
No dia 16-01-2010, algures para os lados de Santarém, houve um encontro de “ ferrugentos”.

Não sabiam?

Pois é, e para que fique a constar, deixo-vos aqui um desafio e uma pergunta singela. Ninguém quer contar, como foi?

 

Até sempre.


Eu gostava!
 


Comentar
publicado por Alto Chicapa, em 06.06.09 às 16:11link do post | favorito

 

Ver em vídeo:


1- Convívio nas Caldas da Rainha
 

2- Viagem a Torremolinos
 

 

Ver em blogs:
 

1- Convívio nas Caldas da Rainha

 

2- Viagem a Torremolinos

 

Até sempre

Carlos Alberto Santos

http://cc3485.no.sapo.pt

 

 


Comentar
publicado por Alto Chicapa, em 10.05.09 às 00:08link do post | favorito

 

 

Estamos no mês de Maio, o mês do nosso convívio / almoço anual.


Este ano está a ser organizado pelo Carlos Felix Oliveira, e como tem sido amplamente divulgado, realiza-se nas Caldas da Rainha. Ver mais informações, aqui.


Há trinta e sete anos (Lembram-se? Foi ontem?) um grupo de jovens, ainda com sonhos por viver, entra num avião a caminho do desconhecido e de uma miserável guerra.


Mesmo assim, traçámos o nosso futuro, agora o nosso presente.


Agradeço ao mundo, estes trinta e sete anos de vida e a felicidade de poder, também, festejar esta data no nosso próximo almoço / convívio, saboreando o momento com a sabedoria que só a maturidade nos dá.


Dia 16, lá estarei!
 

Carlos Alberto Santos

 


Ex-Militares da 3485 no MEO Kanal
Canal nº 888882 – Ex-Militares da 3485 no MEO Kanal
mais sobre mim
Maio 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
18

19
20
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


Sala de Leitura
pesquisar
 
subscrever feeds