O momento justifica-o e o objecto da família, Ex-Militares da Companhia de Caçadores 3485, impõe-no. Vamos, todos, contribuir com notícias e estórias do presente e do passado.
Comentar
publicado por Alto Chicapa, em 30.08.16 às 23:13link do post | favorito

Sergiev Posad, na região de Moscovo, é a cidade onde se criou, em 1900, a primeira boneca russa, a matrioska, para a exposição de arte em Paris. São feitas de madeira, colocadas umas dentro das outras, da maior (exterior) até a menor (a única que não é oca). Outra caraterística que diferencia as diversas peças são as figuras que encarnam: desde figuras femininas vestidas com trajes tradicionais campesinos, a personagens da política e até mesmo a jogadores de futebol.

Moscovo_82

Moscovo_81

Moscovo_80

 

No centro da cidade está localizado o maior mosteiro ortodoxo russo, Santa Trindade de Lavra, Património Mundial pela UNESCO. O mosteiro foi fundado em 1337 por Sérgio de Radonej. Os crentes procuram aqui inspiração espiritual paz com Deus em cerimônias religiosas ou a rezar por membros da família doentes.

 

Moscovo_60

Moscovo_61

Moscovo_62

Moscovo_63

Moscovo_64

Moscovo_65

Moscovo_66

Moscovo_67

Moscovo_68

Moscovo_69

 

A minha visita a Moscovo terminou com uma viagem de comboio para a cidade de São Petersburgo, cerca de 800 quilómetros. O Sapsan,  o alta velocidade do consórcio Russo com a empresa alemã Siemens, efetuou o trajeto entre as 19h30 e as 23h35. A velocidade pode chegar a 250 Km/h, é moderno, muito confortável, bonito e com internet WIFI gratuita. Tem bar fixo e móvel. Para usufruir de toda a paisagem, hoje teria escolhido outro horário.

 

Moscovo_70

Moscovo_71

Moscovo_72

Carlos Alberto Santos

 

 

 


Comentar
publicado por Alto Chicapa, em 26.08.16 às 23:28link do post | favorito

Sempre associei o Kremlin à sede do governo da Rússia, às revoluções, a Napoleão Bonaparte ou até à perestroika de Gorbatchev, mas na realidade é o nome russo para “cidade muralhada”, a toda e qualquer cidade russa medieval fortificada. Existem outros Kremlin noutras cidades, mas o de Moscovo situado no centro numa área de 28 hectares é o mais conhecido e monumental. Hoje é o centro político da Federação Russa e um dos maiores museus.

 

Moscovo_31

Moscovo_32

Moscovo_33

Moscovo_34

Moscovo_35

Moscovo_36

Moscovo_37

Moscovo_38

Moscovo_39

Moscovo_391

Moscovo_392

Moscovo_393

Moscovo_394

Moscovo_395

Moscovo_396

Moscovo_397

Moscovo_398

Moscovo_399

Depois da visita à cidade, à Praça Vermelha e agora ao Kremlin mantive as minhas conclusões iniciais sobre Moscovo: uma cidade impressionante (4 dias não chegam para uma visita), as igrejas ortodoxas imponentes com as suas cúpulas coloridas e douradas, os magníficos jardins, a limpeza das ruas e em todo o lado, a arquitetura soviética bem preservada aliada ao moderno, avenidas larguíssimas onde qualquer distância é maior do que se imagina quando se olha para um mapa, no entanto o metro de Moscovo é um sério sistema de transporte, com 80 anos de funcionamento, 195 estações e mais de 325 km de linhas a 80 metros de profundidade, que resolve quase tudo.

É uma das atrações para os turistas, apesar da ideologia comunista, que entendia este espaço como os palácios do povo. Por isso, as estações mais antigas com uma arquitetura suntuosa (em exagero) transmitiam o poder do Estado, dos seus símbolos e da propaganda do regime. Não gosto muito de comparações, mas as estações do metro em Lisboa também são muito bonitas no seu género, no entanto temos muito a aprender com a extrema limpeza do metro de Moscovo. Todas as estações por onde passei eram muito bem conservadas e imaculadamente higiénicas.

 

Moscovo_40

Moscovo_41

Moscovo_42

Moscovo_43

Moscovo_44

Moscovo_45

Moscovo_46

Os autocarros usados nas visitas (turismo) contrastavam pela negativa com o Metro. Havia falta de limpeza, bancos mal tratados e um estado geral quase de terceiro mundo (já há muitos anos que não ouvia motores tão ruidosos). 

Moscovo_51

 

 

Moscovo_50

 

 Vídeo / Turismo em Moscovo

 

Carlos Alberto Santos


Comentar
publicado por Alto Chicapa, em 22.08.16 às 00:22link do post | favorito

Moscovo é uma grande cidade. Três vezes a cidade de Paris. Tem mais de 12 milhões de habitantes e mais de 6 milhões de automóveis, maioritariamente da gama alta. É a maior cidade do continente europeu, fundada no século XI. Hoje mistura o capital e a modernidade com a história.

Foi a cidade mais limpa, que visitei até hoje. Durante 4 dias, não vi uma simples ponta de cigarro ou papel no chão e não me cruzei com um qualquer sem abrigo, embora nas imediações da Praça Vermelha houvesse um homem de meia idade a pedir.

Москва (Moskvá) é realmente incrível! É um destino turístico muito interessante, onde poucos falam outros idiomas, como o inglês ou o francês, no entanto foi sempre fácil e possível conseguir uma informação de alguém na rua, nos transportes ou no restaurante, apesar do esforço mútuo.

O povo, no seu idioma terrível, parece rude e fechado, mas são muito práticos. Certamente uma forma viver ou de estar, absolutamente cultural.

Não tive problemas com a moeda, o rublo (1 euro igual a 72 rublos). Usei o meu cartão de débito nas caixas "multibanco" locais sem qualquer dificuldade. A alimentação, embora diferente suportava-se muito bem e os preços, em zonas turísticas, eram acessíveis (entre os 7 e 12 euros). Provei o Caviar negro (ao preço do ouro) e a Vodka, mas os russos que me perdoem: gosto mais de um bolo de bacalhau e de um cálice de Porto.

Moscovo_10

Moscovo_11

Moscovo_12

Moscovo_13

Moscovo_14

Moscovo_15

Moscovo_16

Moscovo_17

Moscovo_18

Moscovo_19

 

Dos inúmeros pontos de interesse e monumentos para visitar destaco em primeiro lugar a Praça Vermelha, fundada em 1493. Um espaço enorme e muito limpo rodeado de edifícios de estilos diversos que formam um todo surpreendentemente harmonioso! Não a imaginava tão monumental. A Catedral de São Basílio, construída entre 1554 e 1563, chama a atenção pela beleza e pelas cores vivas e brilhantes. Diz a lenda que Ivan, o Terrível, mandou cegar o arquiteto, para que ele não realizasse nada mais bonito no mundo. Num edifício datado de 1890 está instalado o maior centro comercial de Moscovo, o GUM. À esquerda deste edifício fica a Catedral de Kazan e do outro lado há um edifício em tijolos vermelhos, o Museu Histórico Estatal e a Torre do Arsenal no muro do Kremlin.

 

Moscovo_25

Moscovo_20

Moscovo_22

Moscovo_23

Moscovo_24

Moscovo_26

Moscovo_27

Moscovo_28

 Carlos Alberto Santos

 


Ex-Militares da 3485 no MEO Kanal
Canal nº 888882 – Ex-Militares da 3485 no MEO Kanal
mais sobre mim
Novembro 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
17

18
19
20
21
22
23
24

25
27
28
29


Sala de Leitura
pesquisar
 
subscrever feeds